Sobre Anuncie Contato Blog da Lilinha

24/06/2016

fimdesemana (1)

Um sonho: três dias de descanso por semana, sem nem pensar em trabalho. É muito mais justo. Teríamos 42% do nosso tempo semanal livre – e não apenas 28%, como acontece. A vida seria bem mais feliz e as pessoas muito menos chatas. E digo mais: a ciência concorda. Confira abaixo três estudos que comprovam que o fim de semana deveria mesmo ter três dias.

Você seria mais saudável
Passar horas e horas no escritório deixa qualquer um stressado. E isso faz muito mal para a saúde do seu coração. Um estudo que avaliou os dados de mais de 600 mil americanos, europeus e australianos descobriu que trabalhar 55 horas ou mais por semana aumenta em 33% os riscos de ter um infarto. E esses workaholics ainda têm 13% mais chances de sofrer qualquer outro problema cardíaco. O ideal é trabalhar menos do que 40 horas semanais.

Sofreria menos de insônia
Até por que excesso de trabalho acaba com o seu sono. Outra pesquisa com 10 mil trabalhadores descobriu que quem trabalha menos do que 8 horas por dia caía no sono bem mais rapidamente do que os outros. Aí, além de dormir mais, quando acordavam se sentiam mais energizados que os outros.

E se sairia muito melhor no trabalho
Pesquisadores da Harvard Business School obrigaram alguns funcionários de uma firma de consultoria em Boston para tirar um dia a mais de folga, toda semana. Depois de cinco meses nessa dura rotina, os clientes da empresa começaram a contar sobre a melhora dos serviços prestados por esses funcionários. Quem havia seguido o cronograma normal, de 50 horas por semana, apresentou resultados piores.

Ainda é pouco para convencer os chefes? Bem, outros estudos já mostraram que pessoas com sono costumam se meter mais em briga do que outras pessoas – isso por que elas entendem mal os sinais alheios, confundem sinais de decepção e raiva, por exemplo. E como trabalho em excesso dá sono… pelo bem do mundo, é melhor apostarmos logo em expedientes mais curtos – ou fins de semana maiores.

Deixe um comentário

24/06/2016

Com a chegada do frio e das baixas temperaturas, surge aquela vontade de ficar em casa, curtindo uma boa companhia e pra isso nada melhor que uma boa comida e um bom vinho para acompanhar.

Escolhemos 5 receitas quentes e fáceis de preparar, que vão enriquecer e aquecer sua noite, que combinam muito bem com vinho.

 

Lasanha a bolonhesa

lasanha

A lasanha é um prato perfeito para combinar com o inverno e com uma bela taça de vinho. Essa receita é fácil de preparar e precisa de poucos ingredientes

1 pacote de massa pronta pra lasanha

200 gramas de queijo prato / 200 gramas de presunto

300 gramas de carne moída de sua preferência

1 sachê de molho de tomate / Sal, orégano, azeite, pouco alho

1 caixinha de creme de leite / queijo ralado

 

Prepare o molho: Coloque um fio de azeite e pouco alho na panela, deixe dourar e coloque a carne moída, refogue bem, acrescente o molho, o sal e o orégano, experimente o tempero e se precisar reforce o sal, se achar muito seco, coloque água, acrescente o creme de leite, mexa pouco e desligue.

Vamos a montagem: Em um refratário, coloque uma camada de molho, uma de massa, uma de presunto e outra de queijo, mais molho, massa, presunto e queijo, até terminar os ingredientes, termine polvilhando queijo ralado, cubra com papel alumínio e leve no forno em temperatura de 200 graus, por mais ou menos 25 minutos.

Cabernet Sauvignon vai muito bem com esse prato.

 

 

Salmão assado

salmao

Salmão é uma delícia em qualquer estação, essa receita é bem fácil de preparar e pode ser acompanhada com arroz branco.

1 posta de salmão de mais ou menos 1 kilo

Orégano / salsinha / sal / manjericão / alho moído / azeite

 

Em uma vasilha coloque todo tempero verde, a gosto, incluído o azeite.

Em um refratário forrado com papel alumínio, coloque o salmão e distribua todo tempero sobre ele, cubra bem e leve ao forno por 30 minutos em temperatura 180 graus.

Retire o papel alumínio e deixe mais 10 minutos até que doure.

O vinho branco Chardonnay  é bem indicado com salmão.

 

 

Caldinho de mandioca com calabresa

caldo de mandioca

Esse caldinho é uma delícia, aquece, é gostoso e combina muito com vinho tinto.

1 pacote de mandioca limpa / 3 caldos de galinha

Sal / pimenta do reino / cheiro verde

 

Coloque a mandioca em uma panela de pressão com até 5 dedos acima de água, com os 3 caldos.

Após pegar pressão, espere 12 minutos e desligue. Abra e amasse bem a mandioca, eu faço com a ajuda de um mix.

Volte ao fogo e deixe ferver sem tampar. Enquanto isso, fatie a calabresa e frite levemente em uma frigideira.

Coloque a calabresa junto com o caldo da mandioca, acrescente um pouco de sal e pimenta. Espere chegar no ponto de sua preferência.

Desligue e coloque cheiro verde.

O Malbec e Cabernet são indicados como acompanhamento.

 

 

Costelinha no vinho tinto ao molho barbecue

costelinha

500grs de costelinha de porco / 2 dentes de alho

sal e pimenta do reino a vontade / suco de 1 limão

1/2 xícara de molho barbecue para assar  / 1/2 xícara de molho barbecue para finalizar

1 xícara de vinho tinto

 

Tempere a costelinha com o limão, o alho triturado, sal e pimenta do reino.

Pincele com o molho barbecue e deixe descansar por 1 hora.

Forre uma assadeira com papel alumínio, acomode a costelinha e regue com o vinho.

Embale-a de forma que fique o mais apertado possível sem que o vinho caia fora do alumínio.

Leve ao forno por volta de 45 minutos.

Quando estiver assada, pincele com o restante do molho babucue e sirva com batatas fritas.

Um bom acompanhamento também é o arroz tasmânia.

O vinho que harmonza bem é Malbec argentino ou Chianti Riserva

Deixe um comentário

24/06/2016

bar

Segundo pesquisadores ingleses isso é uma forma de interação com quem mora ao redor, com isso, deixam de beber exaustivamente e passam a ser mais moderados no consumo de bebida alcoólica.

Isso se refere aos botecos que são frequentados por moradores da região, não os de maior porte que se tem encontros casuais.

No passado, bem antes da chegada do automóvel, a clientela dos pubs era, em grande parte, local, e nesses lugares, até hoje, as amizades e o senso de comunidade foram sustentados“, explica no estudo o professor Robin Dunbar da Universidade de Oxford.

Fazer e manter amizades é algo que tem que ser feito cara a cara. O mundo digital não pode substituir isso”, diz o pesquisador. “Com a nossa vida social propensa a estar cada vez mais “online”, ter locais acessíveis e descontraídos, onde as pessoas podem encontrar velhos amigos e fazer novos, torna-se cada vez mais necessário“, completa.

Deixe um comentário

24/06/2016

IMG_1690

Bebidas com nomes bizarros, principalmente as cachaças, são sempre engraçados de se ver, hoje vamos mostrar que existem VINHOS com nomes que vão além do engraçado.

 

PINTO: vinho de aroma intenso. Na boca é bem equilibrado. Delicado com taninos suaves e redondos. Referência em tradição. Ao entrar na taça revela leve aroma de couro.

 

PERIQUITA: Aroma suave, quando jovem. À boca, apresenta taninos finos e elegância. Harmonização clássica.

 

ANUS: Considerado o melhor vinho da Região dos Países Baixos, conquanto exija paladar diferenciado. À boca seu sabor se aproxima dos Grand Cru de Borgonha. Produção limitada, restrito a períodos anuais.

 

FORÇA NO PAU: aroma nobre e complexo. Quando maduro, buquê decresce rapidamente, razão pela qual dever ser levado de imediato à boca. Quando jovem, preserva final elegante e prolongado.

 

MONTE DOS CABAÇOS: muito apreciado outrora. Atualmente, a dificuldade de acesso à região produtora e a falta de interesse pelo seu padrão, tornou-o um vinho raro.

 

FINCA LA PICA: vinho tipicamente jovem. Buquê intenso porém de rápida duração. Harmoniza-se com carnes brancas, vermelhas, assadas, cruas; enfim, com todos os tipos de carne.

 

CHÃO DE ROLAS: para quem deseja um vinho frutado. Os apreciadores dessa variedade raramente optam por outra. Exige moderação, dado a abundância de aromas.

 

PORRAIS: é um vinho que se presta tanto para harmonizações quanto para ser degustado sozinho. A breve passagem pelo carvalho garante equilíbrio e sedosidade para momentos descontraídos.

Deixe um comentário

24/06/2016

Culinária japonesa 1200

O Senac lançou sua programação de oficinas nas áreas de gastronomia e serviços de restaurante para o próximo trimestre. Os treinamentos ocorrerão em Natal e proporcionam conhecimento específico a um tipo de cultura ou ramo da culinária.

Com duração de 20h, as capacitações são destinadas a pessoas que desejam adquirir conhecimentos aprimorados e profissionais que buscam se aperfeiçoar nas atividades que desempenham.

Ao todo, são mais de dez opções de capacitação: Comida de boteco, Culinária à base de peixes e frutos do mar, Culinária francesa, Culinária italiana, Culinária japonesa: sushi e sashimi, Culinária light e diet, Culinária para executivos, Culinária vegetariana, Doces e salgados finos, Fit chef e Preparo de risotos.

Os investimento variam entre R$ 300,00 a R$ 350, e podem ser divididos em até seis vezes no cartão de crédito. Outras informações podem ser obtidas por meio do 4005-1000 ou através do site www.rn.senac.br.

Deixe um comentário

24/06/2016

grávidaTemendo os efeitos do vírus da zika em seus fetos, gestantes da América Latina procuram cada vez mais pílulas abortivas disponibilizadas na internet, encontradas em uma agência de assistência sem fins lucrativos, de acordo com novo estudo. No Brasil, a procura aumentou em 50% entre novembro de 2015 e março de 2016.

A pesquisa, publicada nesta quarta-feira (22) no periódico científico “The New England Journal of Medicine”, é a primeira a medir a reação das mulheres grávidas aos alertas do vírus da zika, em nações onde o aborto é limitado ou proibido. Detectado pela primeira vez no Brasil no ano passado, o surto atual é ligado a mais de 1.600 casos de microcefalia, uma malformação craniana.

No país, o aborto é ilegal exceto em casos de estupro, quando a vida da mãe corre perigo ou a criança se encontra doente demais para sobreviver. Os pedidos pelas pílulas aumentaram, também, em outros locais da América Latina: 35,6% em El Salvador; 36,1% na Costa Rica; 38,7% na Colômbia; 75,7% em Honduras; 93,3% na Venezuela e 107,7% no Equador.

Deixe um comentário

24/06/2016

estudantes_wilson_diasOs interessados em financiar o ensino superior pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) poderão se inscrever a partir de hoje (24) até o dia 29, no portal do Fies. Serão oferecidos 75 mil financiamentos. As vagas estão disponíveis para consulta, na internet.

Para participar da seleção, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtido 450 pontos na média das provas, além de ter tirado nota maior que 0 na redação. Os candidatos precisam ainda ter renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos, o que equivale a R$ 2.640.

Os estudantes podem se inscrever apenas para um curso. A opção pode ser alterada até o fim do prazo de inscrição. Uma vez por dia, o Ministério da Educação (MEC) divulga a nota de corte de cada curso, que é a estimativa da nota mínima para ser aprovado com base nas inscrições feitas até o momento. A nota de corte não é calculada em tempo real e não garante a vaga ao estudante.

O resultado será divulgado no próximo dia 30. Aqueles que não forem selecionados serão automaticamente inscritos em lista de espera. As vagas que não forem ocupadas pelos estudantes pré-selecionados serão ofertadas à lista de espera de 4 de julho a 10 de agosto.

O Fies oferece financiamento de cursos em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, 2,1 milhões de estudantes participam do programa.

Deixe um comentário

24/06/2016

Dois novos estudos sobre os vírus da zika e da dengue mostram que dois anticorpos específicos contra a dengue se mostraram capazes de, potencialmente, também neutralizar o zika, indicando a possibilidade de desenvolvimento de uma vacina capaz de proteger contra as duas doenças simultaneamente. Por outro lado, viu-se que muitos dos outros anticorpos gerados nas pessoas infectadas com dengue acabam, na verdade, favorecendo a replicação do zika.

Deixe um comentário

24/06/2016

Arroz-com-feijãoA alta do feijão deixou o brasileiro ainda mais atento aos gastos. Mas não é só ele que tem seu preço elevado. Agora é a vez do arroz seguir o mesmo caminho nas próximas semanas.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o preço elevado do cereal está sendo determinado por produção menor, custos maiores nas importações e margem maior de comercialização a ser imposta pelo varejo.

Recessão e desemprego tiram boa parte dos consumidores dos produtos de maior valor e os empurram para os básicos. Perdendo vendas e margem nos primeiros, o varejo impõe taxas maiores de ganhos nos segundos.

Deixe um comentário

13/06/2016

Resultado prouni

O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (13) o resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os estudantes pré-selecinados têm de hoje ao dia 20 para apresentar nas instituições de ensino os documentos que comprovem as informações prestadas na hora da inscrição.

O resultado será divulgado na página do ProUni. Cabe ao candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação.

A lista dos documentos necessários está disponível na internet. O estudante é selecionado quando a documentação é aprovada.

Deixe um comentário
Próxima Página »